Foto CM
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
01.02.2013  13:21
Cientistas revertem envelhecimento em ratos
Uma equipa de cientistas da Universidade da Califórnia inseriu um gene da longevidade nas células-mãe de sangue de ratos velhos o que rejuvenesceu o potencial de regeneração das mesmas, informa um artigo da revista Cell Reports.

A experiência divulgada na revista norte-americana na quinta-feira pode contribuir para o desenvolvimento de tratamentos para doenças degenerativas associadas ao envelhecimento.

Os biólogos determinaram que a proteína SIRT3, da classe das sirtuínas, desempenha um papel importante ao ajudar as células-mãe de sangue envelhecidas a lidar com o stress.

Quando os investigadores inocularam a proteína naquelas células dos ratos velhos, o tratamento estimulou a formação de novas células de sangue, o que prova uma reversão da deterioração, relacionada com a idade, na função das células.

"Já sabemos que as sirtuínas regulam o envelhecimento, mas o nosso estudo é o primeiro a demonstrar que as sirtuínas podem reverter a degeneração ligada ao envelhecimento", disse Danica Chen, professora de ciência e toxicologia na Universidade de Califórnia, em Berkeley, e investigadora principal do estudo, citada na agência noticiosa espanhola EFE.

Chen assinalou que nos últimos 10 a 20 anos tem havido um grande avanço na compreensão científica do envelhecimento, que é visto agora como tendo um desenvolvimento altamente regulado o que o torna possível de manipulação.

Enviar o artigo: Cientistas revertem envelhecimento em ratos
Comentários
enviar
MAIS NOTÍCIAS DE Tecnologia