jornal impresso

Edição impressa

24 Abril 2014

Ver capas anteriores

  • Diretor: Octávio Ribeiro
  • Diretores-adjuntos: Armando Esteves Pereira, Eduardo Dâmaso e Carlos Rodrigues

Concertação Social

CGTP quer discussão sobre salário mínimo

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta quarta-feira que vai exigir ao Governo que volte a discutir em Concertação Social o aumento do salário mínimo nacional (SMN), que deveria ter chegado aos 500 euros em 2011.

 

"Vamos exigir que a problemática do salário mínimo esteja presente na reunião de concertação social, num quadro em que o Governo continua a não cumprir o acordo celebrado entre os parceiros sociais e o anterior Governo", disse o líder da central sindical à margem de um seminário organizado pela CGTP sobre desenvolvimento sustentável e trabalho digno.

Arménio Carlos recordou que o SMN devia já ter um valor de 500 euros desde 2011: "Estamos em março de 2013 e o salário mínimo continua nos 485 euros, o que, retirando as contribuições obrigatórias para a segurança social, significa qualquer coisa perto de 432 euros", disse.

O Governo e os parceiros sociais voltam esta tarde à sede da concertação social para discutir as medidas ativas de emprego e as portarias de extensão.

"Será mais uma reunião para se fazer de conta que se está a discutir algo que o Governo mais uma vez já se submeteu aos ditames da troika", disse Arménio Carlos, referindo a necessidade de ser feita uma avaliação das políticas ativas de emprego introduzidas pelo Governo.

É necessário ainda, de acordo com Arménio Carlos, que a contratação coletiva seja dinamizada e que seja revogada "a resolução que condicionou a publicação das portarias de extensão". 

Sobre o tema do seminário da CGTP ‘Desenvolvimento Sustentável e Trabalho Digno', Arménio Carlos lembrou que "a melhoria dos salários e das condições de trabalho são fundamentais para a própria sobrevivência das pessoas porque mais de 95% das empresas trabalha para o mercado interno".

Para Arménio Carlos, "se se verificar uma melhoria da qualidade do trabalho e do poder de compra das pessoas, isto significa que as empresas vão ter mais negócio, vão criar mais emprego e dar mais atenção às questões ambientais e segurança e saúde no trabalho e por outro lado contribuir também para o aumento das receitas fiscais e para a sustentabilidade financeira da segurança social".

  • Corrigir
  • Feedback
  • PARTILHAR      
Pub
Comentários a esta notícia
  • Comentário feito por: Anónimo
  • 06 Março 2013

Na realidade deviam aumentar os salários mais baixos e baixar as reformas da CGA/Seg.Social superiores a 1.300€.Mas mexer neste estado social insustentável ta quieto,só sabem cortar no rendimento dos que trabalham!....

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 06 Março 2013

Na realidade deviam aumentar os salários mais baixos e baixar as reformas da CGA/Seg.Social superiores a 1.300€.Mas mexer neste estado social insustentável ta quieto,só sabem cortar no rendimento dos que trabalham!....

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 06 Março 2013

Na realidade deviam aumentar os salários mais baixos e baixar as reformas da CGA/Seg.Social superiores a 1.300€.Mas mexer neste estado social insustentável ta quieto,só sabem cortar no rendimento dos que trabalham!....

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 06 Março 2013

Na realidade deviam aumentar os salários mais baixos e baixar as reformas da CGA/Seg.Social superiores a 1.300€.Mas mexer neste estado social insustentável ta quieto,só sabem cortar no rendimento dos que trabalham!....

COMENTAR
Título
Texto

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Registe-se no site do CM para deixar de preencher os seus dados pessoais quando comenta as noticias.
COMENTAR
Título
Texto
Nome
Email
Localidade
Anónimo

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Pub
Pub


SONDAGEM

LIGA EUROPA: Benfica é favorito frente à Juventus?

Votar »« Ver resultados


<>
VEJA AQUI MAPA ACTUALIZADO
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte,
sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A. ,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.