jornal impresso

Edição impressa

29 Julho 2014

Ver capas anteriores

Previsões
  • Diretor: Octávio Ribeiro
  • Diretores-adjuntos: Armando Esteves Pereira, Eduardo Dâmaso e Carlos Rodrigues
Direitos Reservados

A crise poderá resultar na revalorização do "valor da terra" e no reconhecimento do papel das mulheres na agricultura

Os produtores agrícolas em Portugal continuam a ser maioritariamente homens

Crise pode revalorizar o papel das mulheres na agricultura

A crise poderá resultar na revalorização do "valor da terra", o que deve passar por reconhecer o papel das mulheres na agricultura, afirmou Teresa Morais, secretária de Estado da Igualdade, que vai debater este tema nas Nações Unidas.

  • 25 de Fevereiro 2012, 11h41
  • Nº de votos (0)
  • Comentários (2)

 

A 56.ª sessão da Comissão sobre o Estatuto das Mulheres (CSW), que começa na segunda-feira e se prolonga até 9 de Março, na sede da ONU, em Nova Iorque, tem como tema central o fortalecimento do papel das mulheres rurais e o seu papel na erradicação da pobreza e da fome e no desenvolvimento.

A secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade, Teresa Morais, chefia a delegação portuguesa que participa na comissão. "É um tema muito relevante neste momento" de crise, que poderá resultar na "revalorização de algumas formas seguras de riqueza, como é o caso da terra", disse, em declarações à agência Lusa.

O "investimento em formas supérfluas de riqueza" acompanhou a "desvalorização" da agricultura, mas talvez a crise traga "uma mudança de atitude" face "ao valor seguro da terra" e ao contributo da agricultura, não só para a economia familiar, mas também para a produção nacional de riqueza, estima.

Em Portugal, assiste-se a "uma situação interessante", considera a governante, explicando que, no "contexto de declínio global da agricultura" e de "envelhecimento da população agrícola", tem-se verificado igualmente "um aumento da representação das mulheres", tanto na agricultura familiar, como na empresarial.

Embora os produtores agrícolas em Portugal continuem a ser maioritariamente homens, o número de mulheres aumentou entre 1999 e 2009, representando hoje cerca de um terço dos produtores agrícolas singulares. Ao nível dos trabalhadores agrícolas assalariados, a taxa feminina é a quinta maior da União Europeia (47%).

Teresa Morais realçou que existe "uma forte representação feminina ao nível do ensino superior na área da agricultura" (55 por cento).

Mas não há só indicadores positivos sobre as mulheres das zonas rurais. À semelhança de outros contextos, também ali persiste uma "discrepância salarial entre mulheres e homens", que "ronda os 16 por cento", frisa. Simultaneamente, estas mulheres continuam a estar sub-representadas na política e outras actividades públicas e a serem vulneráveis a situações de exclusão e isolamento, aspectos "em que se pode melhorar", reconhece a secretária de Estado.

  • Corrigir
  • Feedback
  • PARTILHAR      
Pub
Comentários a esta notícia
  • Comentário feito por:chico
  • 25 Fevereiro 2012

Aqui em portugal noa vai ser assim e o que dizem os politicos e so para ingles ver, aqui actualmente da-se subsidios para nao cultivar as terras. e o resto e musica.

  • Comentário feito por:COMUNISTA FALIDO
  • 25 Fevereiro 2012

A FOTOGRAFIA MOSTAR BEM O FRACASSO DA AGRICULTURA LA PARECE 1 INDIGENA NO AMAZONAS, A COLHER AQUILO QUE A NATUREZA ESPONTANEAMENTE CRIOU...SAO UNS TRISTES...CADA VEZ SE VE MAIS PLANOS DE FALENCIA.

  • Comentário feito por:COMUNISTA FALIDO
  • 25 Fevereiro 2012

A FOTOGRAFIA MOSTAR BEM O FRACASSO DA AGRICULTURA LA PARECE 1 INDIGENA NO AMAZONAS, A COLHER AQUILO QUE A NATUREZA ESPONTANEAMENTE CRIOU...SAO UNS TRISTES...CADA VEZ SE VE MAIS PLANOS DE FALENCIA.

  • Comentário feito por:chico
  • 25 Fevereiro 2012

Aqui em portugal noa vai ser assim e o que dizem os politicos e so para ingles ver, aqui actualmente da-se subsidios para nao cultivar as terras. e o resto e musica.

  • Comentário feito por:chico
  • 25 Fevereiro 2012

Aqui em portugal noa vai ser assim e o que dizem os politicos e so para ingles ver, aqui actualmente da-se subsidios para nao cultivar as terras. e o resto e musica.

  • Comentário feito por:COMUNISTA FALIDO
  • 25 Fevereiro 2012

A FOTOGRAFIA MOSTAR BEM O FRACASSO DA AGRICULTURA LA PARECE 1 INDIGENA NO AMAZONAS, A COLHER AQUILO QUE A NATUREZA ESPONTANEAMENTE CRIOU...SAO UNS TRISTES...CADA VEZ SE VE MAIS PLANOS DE FALENCIA.

  • Comentário feito por:chico
  • 25 Fevereiro 2012

Aqui em portugal noa vai ser assim e o que dizem os politicos e so para ingles ver, aqui actualmente da-se subsidios para nao cultivar as terras. e o resto e musica.

  • Comentário feito por:COMUNISTA FALIDO
  • 25 Fevereiro 2012

A FOTOGRAFIA MOSTAR BEM O FRACASSO DA AGRICULTURA LA PARECE 1 INDIGENA NO AMAZONAS, A COLHER AQUILO QUE A NATUREZA ESPONTANEAMENTE CRIOU...SAO UNS TRISTES...CADA VEZ SE VE MAIS PLANOS DE FALENCIA.

COMENTAR
Título
Texto

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Registe-se no site do CM para deixar de preencher os seus dados pessoais quando comenta as noticias.
COMENTAR
Título
Texto
Nome
Email
Localidade
Anónimo

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Pub
Pub


SONDAGEM

PONTE 25 DE ABRIL: Justifica-se a criação de uma ciclovia?

Votar »« Ver resultados


<>
VEJA AQUI MAPA ACTUALIZADO
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte,
sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A. ,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.