jornal impresso

Edição impressa

29 Julho 2014

Ver capas anteriores

Previsões
  • Diretor: Octávio Ribeiro
  • Diretores-adjuntos: Armando Esteves Pereira, Eduardo Dâmaso e Carlos Rodrigues
Diogo Pinto

Fábio Borges, irmão da vítima mortal, fugiu após a morte do jovem mas acabou por ser detido

Santo Tirso: Ourives que matou ladrão em tribunal

“Ele meteu-se à frente do tiro” (COM VÍDEO)

Com o corpo a tremer sem parar e no meio de um choro incontrolável, Fernando Vilaça, o ourives da Trofa que a 7 de Julho do ano passado matou um jovem de 18 anos que assaltou o seu estabelecimento, entrou ontem no Tribunal de Santo Tirso e perante o colectivo de juízes confessou o crime que cometeu. " Disparei a caçadeira, ele meteu-se à frente do tiro e o corpo dele cedeu. Deixou cair as pratas e a arma que tinha nas mãos e saltou para dentro do carro", disse o ourives.

Por:Ana Isabel Fonseca

 

Juntamente com Fernando Vilaça, ontem sentaram-se no banco dos réus Tiago Gomes, Emanuel Maia, Fábio, irmão de Carlos Borges – a vítima mortal – e Hugo Silva, acusados de terem estado envolvidos no assalto à ourivesaria. Manuel Lopes, um sexto arguido, está a ser julgado por receptação. Nenhum quis falar.

Durante a audiência Fernando, o único arguido que quis prestar declarações, admitiu que ficou tresloucado quando viu os ladrões fugirem com os sacos de ouro. "Eles eram muito agressivos, apontaram-me uma arma à cabeça e gritavam que me iam matar. Depois deles saírem peguei na caçadeira e fui atrás deles. Eles começaram a atirar contra mim e eu também disparei, queria atingir os pneus do carro. Estava descontrolado e fora de mim, nunca quis matar ninguém", contou Fernando.

O ourives explicou ainda que quando disparou pensou que todos os ladrões estavam já no carro. "Só vi que ele estava cá fora quando deixou cair as coisas roubadas no chão. Estava a nove metros e não o vi", explicou o arguido.

O julgamento prossegue dia 27.

NUNCA MAIS ENTROU NA LOJA

Desde o dia do assalto, Fernando nunca mais entrou na ourivesaria. O homem diz que ficou em choque e que entrar no estabelecimento relembra-lhe o crime. "Não quero entrar mais na loja, não consigo, é muito difícil", disse ontem o ourives na primeira sessão do julgamento.

No início da sessão, o advogado do arguido, Hernâni Gomes, tentou adiar o julgamento por considerar que os quatro jovens que estão a ser julgados pelo assalto deviam ser acusados de omissão de auxílio, mas o colectivo recusou. Em causa está o facto de os ladrões terem abandonado o cúmplice ainda com vida no bairro dos Carreiros, em Rio Tinto. "O roubo foi às 09h30 e eles abandonaram-no quase às 11h00. Deviam tê-lo levado ao hospital", disse o causídico.

A mãe da vítima pede ainda uma indemnização de 125 mil euros.

  • Corrigir
  • Feedback
  • PARTILHAR      
Pub
Comentários a esta notícia
  • Comentário feito por:GRA
  • 15 Abril 2010

EU TAMBEM FARIA O MESMO SE APANHASE ALGUEM A ROUBARE PORQUE DA MANEIRA QUE ISTO ANDA OU TEMOS QUE FAZERE ALGUMA COISA E

  • Comentário feito por:maria
  • 14 Abril 2010

Eu sei como é que da a indemninização a esta senhora, havia de pagar em dobro por ter educado mal o filho, grande cabra

  • Comentário feito por:João
  • 14 Abril 2010

País ingrato que em vez de defender os justos defende os pecadores. Espero que o juiz o ilibe da pena.

  • Comentário feito por:Nessy
  • 14 Abril 2010

Se o ourives for condenado DEVEMOS SENTIR VERGONHA PELA SOCIEDADE Q SOMOS.Essa mãe é a culpada d n ter ensinado valores

  • Comentário feito por:Nessy
  • 14 Abril 2010

Se o ourives for condenado DEVEMOS SENTIR VERGONHA PELA SOCIEDADE Q SOMOS.Essa mãe é a culpada d n ter ensinado valores

  • Comentário feito por:Santos
  • 14 Abril 2010

É uma vergonha este homem ser julgado. Devia tê-los morto a todos. Ainda vai ficar preso com criminosos como o M Machado

  • Comentário feito por:Farto
  • 14 Abril 2010

Quando a justiça em Portugal não funciona, o povo faz justiça pelas suas próprias mãos!

  • Comentário feito por:Ana Paz - Lx
  • 14 Abril 2010

Ele devia era ter acabado c/ gangue todo!Ourives julgado por ter acabado c/1 bandalho criminoso. Este País está perdido!

  • Comentário feito por:miró
  • 14 Abril 2010

soltem o homem k se defendeu. Então ele mete-se no carro vai de Stº tirso ao Porto c/ os cumplices e o ourives é k paga?

  • Comentário feito por:Katya
  • 14 Abril 2010

Só mesmo em Portugal, o Homem mata para se defender e ainda é acusado de homicidio, ridiculo.

Página

  • Comentário feito por:Eric
  • 14 Abril 2010

E eu que achava as leis brasileiras de combate ao crime um descalabro total!Pelo jeito vão punir o... ourives!

  • Comentário feito por:Eric
  • 14 Abril 2010

É uma inversão tão doida de valores, q parece q as pessoas d bem foram abandonadas à sua própria sorte!

  • Comentário feito por:joao
  • 14 Abril 2010

essa senhora se tivesse o filho em casa ele ainda era vivo mas ela sabia que ele roubava por isso quer essa dinheiro tud

  • Comentário feito por:jose domingos-algarvio
  • 14 Abril 2010

indemizacao por matar quem o roubou...bem feita por nao ter limpado o cebo a todos??? pagava o mesmo.

  • Comentário feito por:joaq c nunes
  • 14 Abril 2010

A mãe do ladrão deve exigir como indemnização o ouro todo da ourivesaria.

  • Comentário feito por:MALI CANADA
  • 14 Abril 2010

A MAE PEDE INDEMNIZACAO DE 125 MIL EUROS,A QUEM AO DESGRACADO DO OURIVES?TENHA VERGONHA E TIVESSE DADO ERA EDUCACAO !

  • Comentário feito por:Lena-Suissa
  • 14 Abril 2010

O OURIVES HAVIA DE SER PRESO PELO FACTO DE SÓ TER MORTO UM, HAVIA DE OS TER MORTO A TODOS.

  • Comentário feito por:Internet25
  • 14 Abril 2010

Esta é boa! A mãe da vítima pede ainda 125 mill euros. Porque é que ela não deu educação ao filho quando ele era vivo?

  • Comentário feito por:Zé dos Anzóis
  • 14 Abril 2010

O ourives vái preso e tem de fazer um impréstimo ao banco para dar a indemenização.....

  • Comentário feito por:J.M
  • 14 Abril 2010

soltem já o homem que defendeu o que era dele!!!

  • Comentário feito por:GRA
  • 15 Abril 2010

EU TAMBEM FARIA O MESMO SE APANHASE ALGUEM A ROUBARE PORQUE DA MANEIRA QUE ISTO ANDA OU TEMOS QUE FAZERE ALGUMA COISA E

  • Comentário feito por:Rui Gomes - Angola
  • 14 Abril 2010

INCRÍVEL! O homem defende-se do bandido e é julgado, enquanto a mãe do "santo" pede uma indeminização. É ESPECTACULAR!!!

  • Comentário feito por:miró
  • 14 Abril 2010

soltem o homem k se defendeu. Então ele mete-se no carro vai de Stº tirso ao Porto c/ os cumplices e o ourives é k paga?

  • Comentário feito por:Ruben Martins
  • 14 Abril 2010

"A mãe da vítima pede ainda uma indemnização de 125 mil euros." Eu dava-lhe era um manual para educar os filhos.

  • Comentário feito por:justiça
  • 14 Abril 2010

seviam era de assaltar a mãe do socrates do cavaco,isso é quera a ver se isto não mudava.

  • Comentário feito por:Diego
  • 14 Abril 2010

Essa mãe devia era ter vergonha!!Ainda a pedir indemnizações, educou bem os filhos, sem duvida, são da mesma laia dela.

  • Comentário feito por:J.M
  • 14 Abril 2010

soltem já o homem que defendeu o que era dele!!!

  • Comentário feito por:maria
  • 14 Abril 2010

Eu sei como é que da a indemninização a esta senhora, havia de pagar em dobro por ter educado mal o filho, grande cabra

  • Comentário feito por:Piri
  • 14 Abril 2010

epah,so msmo neste país!! A mae da vitima ainda pede uma idemnização...coitadinho dele,k nao sabia o k estava a fazer!!!

  • Comentário feito por:Luis Guimaraes
  • 14 Abril 2010

O Sr.Fernando Vilaca merece uma medalha e nao devia ser acusado de nada se fosse comigo eu tambem disparava Londres

  • Comentário feito por:Rui Gomes - Angola
  • 14 Abril 2010

INCRÍVEL! O homem defende-se do bandido e é julgado, enquanto a mãe do "santo" pede uma indeminização. É ESPECTACULAR!!!

  • Comentário feito por:miró
  • 14 Abril 2010

soltem o homem k se defendeu. Então ele mete-se no carro vai de Stº tirso ao Porto c/ os cumplices e o ourives é k paga?

  • Comentário feito por:Ruben Martins
  • 14 Abril 2010

"A mãe da vítima pede ainda uma indemnização de 125 mil euros." Eu dava-lhe era um manual para educar os filhos.

  • Comentário feito por:justiça
  • 14 Abril 2010

seviam era de assaltar a mãe do socrates do cavaco,isso é quera a ver se isto não mudava.

  • Comentário feito por:Diego
  • 14 Abril 2010

Essa mãe devia era ter vergonha!!Ainda a pedir indemnizações, educou bem os filhos, sem duvida, são da mesma laia dela.

  • Comentário feito por:J.M
  • 14 Abril 2010

soltem já o homem que defendeu o que era dele!!!

  • Comentário feito por:maria
  • 14 Abril 2010

Eu sei como é que da a indemninização a esta senhora, havia de pagar em dobro por ter educado mal o filho, grande cabra

  • Comentário feito por:Piri
  • 14 Abril 2010

epah,so msmo neste país!! A mae da vitima ainda pede uma idemnização...coitadinho dele,k nao sabia o k estava a fazer!!!

  • Comentário feito por:Luis Guimaraes
  • 14 Abril 2010

O Sr.Fernando Vilaca merece uma medalha e nao devia ser acusado de nada se fosse comigo eu tambem disparava Londres

  • Comentário feito por:sara
  • 14 Abril 2010

Como se já não basta-se o assalto, o trauma do Sr., esta mãe ainda quer arrecadar mais 125mil €... mas, quantas vezes

COMENTAR
Título
Texto

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Registe-se no site do CM para deixar de preencher os seus dados pessoais quando comenta as noticias.
COMENTAR
Título
Texto
Nome
Email
Localidade
Anónimo

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Pub
Pub


SONDAGEM

PONTE 25 DE ABRIL: Justifica-se a criação de uma ciclovia?

Votar »« Ver resultados


<>
VEJA AQUI MAPA ACTUALIZADO
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte,
sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A. ,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.