Foto João Miguel Rodrigues
As crianças da Voz do Operário abriram noite de exibições
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
02.06.2012  11:51
Marchas populares de Lisboa aquecem Atlântico (COM VÍDEO)
Foi em clima de festa,com mais de cinco mil pessoas nas bancadas, que o Pavilhão Atlântico recebeu, nesta sexta-feira, as primeiras exibições das Marchas Populares de Lisboa, numa organização da EGEAC.

Aos gritos de "Ié, ié, ié, a nossa Marcha é que é" e "A nossa Marcha é linda", marchantes e claques aqueceram ainda mais uma noite já de si quente.

Coube às crianças da Voz do Operário, que participam extra-concurso, abrir as exibições. De verde e azul vestidas, e sob uma forte chuva de aplausos, os pequenos marchantes apresentaram o tema "25 anos a aprender e a ensinar Lisboa". Elas iam vestidas de costureiras e eles de operários. Joana Amendoeira e Joaquim Nicolau foram os padrinhos.

A competição propriamente dita começa com S. Vicente. Com um figurino bem colorido, apresentaram o tema "Esta Lisboa que eu amo". Levaram um coreto, que serviu de palco para os padrinhos Melania Gomes e Hélder Agapito dançarem.

Em tons de azul no figurino, a marcha de Belém mostrou monumentos de várias épocas nos arcos: da Torre de Belém aos Jerónimos, passando pelo Museu da Electricidade e hidroavião de Gago Coutinho e Sacadura Cabral. Isabel Damatta e Octávio Matos foram os padrinhos.

Seguiu-se Alcântara, com marinheiros, varinas, fragatas e caravelas. Um dos momentos altos foi quando os marinheiros marchantes subiram ao mastro da embarcação e soltaram uma vela, com um desenho de Santo António. Linda Rodrigues e Leandro foram os padrinhos.

Com o tema "A Arte em Festa", o Beato mostrou arcos em forma de harpas. No figurino das marchantes, destaque para as saias, com pautas e notas de música. Mónica Sofia e Quimbé foram os padrinhos.

Alfama foi a penúltima marcha a entrar em cena. Com um rico figurino e arcos com janelas douradas emolduradas por flores, a marcha mostrou as mulheres do bairro, com aventais onde se viam cerejas bordadas, e ardinas, com a sacola dos jornais a tiracolo. "Alfama dos mexericos" foi o tema. Raquel Tavares e Heitor Lourenço, os padrinhos.

Coube à Bica, com o tema "Barcos de papel", encerrar a primeira noite de exibições. Entre barcos e sardinhas, e com um figurino em tons de azul, a  Bica navegou no Atlântico. Um dos momentos altos foi quando os marchantes simularam as ondas, com círculos azuis que se agitavam. Sofia Ribeiro e Tiago Torres da Silva foram os padrinhos.

As exibições nas marchas a concurso prosseguem hoje (Mercados, Santa Engrácia, Carnide, Graça, Olivais, Mouraria, Marvila e Madragoa) e amanhã (Baixa, Penha de França, Ajuda, Campolide, Bairro Alto, Castelo, Alto do Pina). Terminadas as exibições, segue-se o grande desfile na Avenida da Liberdade, na noite de 12 para 13.

Enviar o artigo: Marchas populares de Lisboa aquecem Atlântico (COM VÍDEO)
Comentários
enviar
MAIS NOTÍCIAS DE Sociedade