Foto Toby Melville/Reuters
O transplante de medula pode ser uma das alternativas
12.02.2012  01:00
Exames de rotina detectam leucemia
De progressão lenta, a Leucemia Mielóide Crónica (LMC) representa cerca de 20% de todas as leucemias. Com uma incidência de 1,5 casos para 100 mil habitantes por ano (150 novos casos/ano), esta doença atinge com maior frequência os adultos, sendo mais comum nos homens.

"A LMC resulta de uma alteração do ADN de uma célula estaminal medular a determinado momento da vida de um paciente, dando origem a um aumento de glóbulos brancos, que só é detectado em análises de rotina. Embora não sejam conhecidas as razões que levam a essa mutação, sabe-se que a radioterapia e a exposição ao benzeno são factores de risco", explica a hematologista Ana Marques Pereira.

Numa fase inicial (crónica), a LMC pode não apresentar sintomas, razão pela qual o diagnóstico tende a ser feito de forma tardia. Neste caso, as análises de rotina ao sangue são fundamentais, uma vez que detectam o aumento dos glóbulos brancos. No entanto, existem sinais de alerta que vale a pena ter em atenção.

"Esta doença pode causar algum mal-estar, cansaço, levar à perda de apetite ou a um desconforto abdominal. Mas, na maioria das vezes, a sintomatologia é provocada pela terapêutica", revela a ex-chefe de serviço de Hematologia do Hospital Garcia de Orta, em Almada.

Actualmente, a evolução da LMC pode ser evitada com recurso a remédios e não apenas com o transplante de medula, como era regra até há pouco tempo. "Inicialmente, a terapêutica limitava-se a reduzir o número de glóbulos brancos, mas não interferia no controlo da doença. Actualmente, existem os inibidores de tirosina cinase que têm acção a nível molecular, isto é, inibem a produção de um oncogene - o BCR-ABL - que leva ao desencadeamento da doença maligna", explica Ana Marques Pereira. A clínica refere que hoje em dia os médicos conseguem interferir na doença, mas não há garantias de que parando a toma da medicação "a doença não volte a aparecer".

"REGISTO ONCOLÓGICO ATRASADO": Ana Marques Pereira Hematologista

Correio da Manhã - Quantos doentes com LMC há em Portugal?

Ana Marques Pereira - Deve haver uns milhares de doentes em Portugal. É difícil dizer quantos são, porque o registo oncológico está muito atrasado e há hospitais que nem fazem esses registos.

- Como é feito o controlo da doença?

- O doente tem de fazer vários exames, tais como o mielograma, um cariótipo e estudos moleculares da medula e do sangue. Depois, passam a ser periódicos, primeiro semanais e depois mensais, como é o caso do Hemograma e do exame ao oncogene BCR-ABL.

- Qual a taxa de mortalidade?

- Com as novas terapêuticas não há grande mortalidade. Mas, como são muito recentes, ainda não foi possível avaliar a sobrevida dos doentes.

"ACHAVA QUE ERA APENAS CANSAÇO"

Alexandre Rodrigues nunca pensou que o cansaço que o seu corpo denunciava há já algum tempo fosse, na verdade, um dos sintomas da Leucemia Mielóide Crónica (LMC).

"Deixei arrastar a situação até quase não conseguir caminhar. Achava que era apenas cansaço, stress, mas os sintomas intensificaram-se de tal forma que um dia não consegui levantar-me da cama com dores de cabeça", revela. Já no Hospital de São Teotónio, em Viseu, cidade onde tinha decidido passar umas miniférias para recuperar forças, levou transfusões de sangue devido aos níveis muito baixos de hemoglobina. As análises ao sangue acabaram por confirmar que se tratava de leucemia.

"Pensei: bolas, vou morrer e sou tão novo. O médico disse--me que tinha de fazer quimioterapia e eu decidi que era tempo de cuidar de mim."

Já no Hospital Garcia de Orta, em Almada, Alexandre iniciou todo o processo de quimioterapia, que iria culminar no transplante de medula. No entanto, uma infecção hepática levou-o a suspender o tratamento e a iniciar a medicação específica para a LMC. "Comecei logo a sentir-me melhor. Cerca de quatro meses depois, a doença apresentou valores muito baixos nos exames que fiz. Ainda me inscrevi na base de dados para transplante de medula, mas, como estou em remissão há sete anos, essa possibilidade já não se coloca", confessa, acrescentando que hoje tem uma vida normal.

PERFIL

Alexandre Rodrigues tem 37 anos, vive no Seixal e é director criativo. O desgaste da profissão fê-lo descurar os sintomas da LMC. O que parecia ser cansaço fez com que um dia não se conseguisse levantar, devido às dores de cabeça.

Barack Obama aterrou na Estónia na véspera da cimeira da NATO05:20

Ban Ki-Moon "indignado" pela execução de um segundo jornalista norte-americano04:03

Avião australiano entregou material militar às forças curdas no norte do Iraque03:43

Fogo em fábrica de material escolar em Ermesinde dado como dominado03:15

Amnistia Internacional acusa autoridades do Sudão de matar e torturar manifestantes03:12

EUA enviam mais 350 militares para o Iraque - Casa Branca02:53

Incêndio lavra em fábrica de materiais escolares em Ermesinde01:44

Bolsa de Tóquio abriu sessão em alta de 0,79%01:21

Incêndio em fábrica desativada01:02

Não há duas sem três...00:30

Radar00:30

Corte urgente00:30

Ação cível tenta anular divisão do BES00:30

Blog00:30

Tony paga aulas a David00:30

98 pedófilos apanhados em sete meses00:30

Aumento de capital com verba do Montepio00:30

Famílias exigem mensagens do dux00:30

Almoços grátis00:30

Morre esmagado por tampa de ferro00:14

Ucrânia: Rússia promete reagir à ameaça do aumento da presença NATO nas suas fronteiras23:53

Lista de pedófilos condenados é eficaz na prevenção?23:31

Morgan Stanley reduz posição na Portugal Telecom para 1,96%23:26

Hollande manifesta horror por decapitação de jornalista23:09

Venezuelanos criam versão chavista do Pai Nosso católico 23:02

Venezuela acusa canal TNT de atacar o presidente 22:30

John Kerry reúne-se com negociadores palestinianos21:51

Trabalhadores da Lusa entregam queixa contra o Governo21:27

Mickey e Spongebob espancam condutor21:24

EUA "desolados" com decapitação de jornalista por islamitas21:13

Apple não encontra falha de segurança21:02

ONU alerta que ébola pode chegar a mais países21:00

Volta a França de 2014 sem casos de doping20:43

Saiba os números do Euromilhões20:38

Juiz espanhol liberta pais que levaram filho de hospital20:38

Obras da 31.ª Bienal de São Paulo no Museu de Serralves20:35

CGTP manifesta-se em frente à AR dia 11 de setembro20:14

CIES estima em 16 por cento a inflação no mercado do futebol20:12

Mãe francesa reencontra-se com filha levada por pai islâmico20:12

Mais de 400 operacionais combatem quatro fogos florestais20:04

Enviar o artigo: Exames de rotina detectam leucemia
Comentários
enviar
MAIS NOTÍCIAS DE Cm ao Minuto