Foto Direitos reservados
Luís Mendes está numa casa de retiro da diocese da Guarda
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
02.06.2013  01:00
Padre pedófilo dá missas privadas
O paradeiro do padre Luís Mendes está envolto em mistério. A Igreja aposta na discrição e garante que nunca esteve no Centro Paroquial de Seia

O padre Luís Miguel Mendes continua a fazer trabalho de secretaria e a celebrar missas internamente numa casa de retiro pertencente à diocese da Guarda. "Há quem diga que é uma habitação na cidade da Guarda, mas há quem garanta que é em outra cidade, no distrito de Aveiro", contou um pároco que pediu anonimato.

Certo é que nunca esteve albergado no Centro Paroquial de Seia. Quem o garante é o padre Joaquim Teixeira, 85 anos, pároco de Seia (ver caixa). Por outro lado, o bispo da Guarda recusa falar do caso. D. Manuel Felício disse ontem ao CM que "não se pronuncia até que a justiça tome uma decisão", ou seja, até depois do julgamento. Quando os abusos sexuais foram tornados públicos, a diocese abriu um inquérito interno, mas desconhecem-se os desenvolvimentos.

Na Guarda, junto à Sé, as pessoas conversam e interrogam-se sobre a culpa do padre Luís. Já ninguém está indiferente. "O que ele fez é um ato condenável e que envergonha a Igreja e o País", referiu Leandro Almeida, 26 anos.

LEIA MAIS NA EDIÇÃO EM PAPEL DO JORNAL 'CORREIO DA MANHÃ'

Enviar o artigo: Padre pedófilo dá missas privadas
Comentários
enviar
MAIS NOTÍCIAS DE Cm ao Minuto