A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
04.05.2013  13:01
Organização aposta na segurança da Queima das Fitas
Jovem de 24 anos morreu esta madrugada no recinto da Queima das Fitas do Porto.

O presidente da Federação Académica do Porto assegurou este sábado que "há uma grande aposta na segurança" durante a Queima das Fitas, envolvendo cerca de 300 efetivos, e lamentou a morte do estudante durante a tentativa de assalto às bilheteiras.

 

"Esta madrugada, cerca da 01h00, houve uma tentativa de assalto à tesouraria onde recolhem as bilheteiras da Queima das Fitas do Porto. Apesar dos esforços que foram envidados pela segurança privada contratada para o evento, deste assalto resultou uma vítima mortal, que é estudante da Academia do Porto, bem como dois feridos da referida empresa de segurança", relatou à agência Lusa Rúben Alves, presidente da Federação Académica do Porto (FAP).

 

Segundo Rúben Alves, "a FAP lamenta profundamente o ocorrido e os sentimentos de toda a Academia do Porto estão, neste momento, com os familiares e amigos do jovem a quem foi precocemente roubada a vida".

 

De acordo com o presidente da FAP, "há uma grande aposta" por parte da organização da Queima das Fitas na segurança do evento, havendo um "investimento enorme nessa rubrica, com policiamento e vigilância".

 

"Agora, quando se trata de armas de fogo, torna-se bastante difícil que as pessoas possam controlar este tipo de situações", lamentou, acrescentando que o assalto não foi efetivado e que os envolvidos não levaram o dinheiro.

 

Rúben Alves adiantou ainda que a partir de hoje -- a Queima das Fitas arranca na madrugada de domingo -- estarão no Queimódromo "cerca de 300 efetivos, entre polícia e segurança, de forma a assegurar que as pessoas que acedem ao recinto estão seguras".

 

De acordo com o responsável, e retomando o relato sobre a tentativa de assalto que vitimou um jovem de 24 anos, estudante da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, "a PSP ocorreu ao local prontamente e os assaltantes colocaram-se então em fuga".

 

"No período de espera para efetuar a contagem da bilheteira, onde tinha estado a trabalhar o jovem estudante, aconteceu então a tentativa de assalto dentro do Queimódromo", disse.

 

Segundo Rúben Alves, será feita "memória" e prestado "o devido respeito ao colega e amigo com uma recordação em todas as atividades académicas da Queima das Fitas de 2013".

 

A informação da morte de um estudante de 24 anos, baleado, no recinto da Queima das Fitas do Porto, esta madrugada, já tinha sido confirmada à agência Lusa pela PSP do Porto, que acrescentou ainda que ficaram feridos dois seguranças de uma empresa privada.

 

Fonte da PSP do Porto confirmou que a polícia foi chamada ao local cerca das 01h20, tendo encontrado nos pavilhões da Federação Académica do Porto (FAP) um estudante de 24 anos, baleado.

 

Foram acionados os meios de socorro, tendo o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) ido ao local, onde acabou por declarar o óbito do jovem.

 

A investigação é agora da competência exclusiva da Polícia Judiciária, a quem a PSP já entregou toda a informação recolhida no local.

Enviar o artigo: Organização aposta na segurança da Queima das Fitas
Comentários
enviar
MAIS NOTÍCIAS DE Exclusivos