Foto EPA
Christopher Stevens morreu na sequência de um ataque de rebeldes ao consulado norte-americano de Benghazi
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
12.09.2012  15:44
Líbia: Embaixador dos EUA morto por rebeldes
Um ataque ao consulado norte-americano da Líbia resultou na morte do seu embaixador, Christopher Stevens, e mais três funcionários do consulado de Benghazi, segundo avança a Reuters. Fonte do Pentágono avançou que os Estados Unidos vão enviar para a Líbia uma equipa de fuzileiros.

Christopher Stevens terá morrido quando estava a tentar fugir do edifício, sucumbindo aos rockets lançados na sua direcção.

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, confirmou na noite de terça-feira a morte de um funcionário do Departamento de Estado num ataque contra o consulado dos EUA em Benghazi, na Líbia.

"Estamos de coração partido com esta perda terrível", declarou Clinton em comunicado, salientando que Washington trabalha com diversos países para proteger as suas missões diplomáticas, depois de um grupo e manifestantes ter arrancado a bandeira dos EUA da embaixada norte-americana no Cairo (Egipto) e do ataque contra o consulado dos EUA em Benghazi, na terça-feira.

Os ataques de terça-feira ocorreram na sequência de um vídeo alegadamente realizado nos EUA e considerado uma ofensa contra o Islão.

Enviar o artigo: Líbia: Embaixador dos EUA morto por rebeldes
Comentários
enviar
MAIS NOTÍCIAS DE Mundo