SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Mais sobre
16.02.2014  21:14
Detida por homicídio admite ser assassina em serie
Miranda Barbour, 19 anos, da Pensilvânia, disse que matou pelo menos 22 pessoas enquanto fez parte de uma seita satânica.
  • Partilhe

A adolescente americana acusada do homicídio de um homem, depois de o ter atraído para um encontro no site ‘Craigslist', revelou ser uma assassina em serie que parou de contar as mortes quando chegou ao 22º homicídio.

Elytte Barbour, de 22 anos, e Miranda Barbour tiveram o primeiro contacto com a vítima através do site de classificados, em novembro.

Troy LaFerrara conheceu os Barbour depois de Miranda concordar fazer sexo com ele por cerca de 73 euros.  Miranda aguardou LaFerrara no centro comercial enquanto o seu marido os esperava escondido na mala do carro. O ministério público pretende acusar casal Barbour pelo homicidio do homem de 42 anos.



Siga o CM no Facebook.

MAIS SOBRE
Enviar o artigo: Detida por homicídio admite ser assassina em serie
Comentários
enviar
Receba diariamente as principais notícias ok
voltar ao topo