Foto D.R.
Tradição dos 'casamentos-fantasma' foi combatida pelo regime comunista
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
23.02.2012  18:14
Chineses apanhados a vender cadáver de mulher para casamento
Um grupo criminoso chinês foi apanhado pelas autoridades a tentar vender o cadáver de uma mulher recém-sepultada para fazer um 'casamento-fantasma'. Esta tradição, bastante comum nas zonas rurais e que está a regressar em força no país asiático, consiste em arranjar esposas para homens que tenham falecido solteiros, o que visa impedir que continuem sozinhos na vida eterna.

O cadáver da mulher já tinha sido vendido pela própria família, residente na província de Herbei, por cerca de quatro mil euros, para juntar-se a outro cadáver.

No entanto, os saqueadores de sepulturas roubaram os restos mortais já com outro comprador em vista, tendo feito um desconto de 500 euros para compensar a decomposição.

Apesar da perseguição das autoridades de Pequim, nos últimos anos desenvolveu-se um mercado negro de cadáveres, levando a que um homem tenha sido preso há cinco anos por assassinar seis mulheres, alegando que dava menos trabalho fazê-lo do que desenterrar cadáveres.

Enviar o artigo: Chineses apanhados a vender cadáver de mulher para casamento
Comentários
enviar
MAIS NOTÍCIAS DE Insólitos