jornal impresso

Edição impressa

20 Agosto 2014

Ver capas anteriores

Previsões
  • Diretor: Octávio Ribeiro
  • Diretores-adjuntos: Armando Esteves Pereira, Eduardo Dâmaso e Carlos Rodrigues
d.r.

Trata-se do já apelidado ‘cão robótico’, que permite aos militares fazerem transportar cargas pesadas por longas distâncias, mesmo em terrenos sinuosos

Invenção pode ajudar nos cenários de guerra

Militares americanos criam 'cão robótico' (COM VÍDEO)

É uma ferramenta que pode ser útil em terrenos perigosos de guerra: a Agência de Investigação de Projectos Avançados de Defesa norte-americana deu a conhecer a sua mais recente invenção.

  • 12 de Setembro 2012, 16h12
  • Nº de votos (5)
  • Comentários (2)

Por:R.P.V.

 

Trata-se do já apelidado ‘cão robótico’, que permite aos militares fazerem transportar cargas pesadas por longas distâncias, mesmo em terrenos sinuosos.

O chamado ‘AlphaDog’ é um dos projectos mais avançados que esta agência já apresentou e o jornal ‘El Mundo’ chamou-o de “mula de carga”.

O modelo final tem autonomia para caminhar ao longo de 20 quilómetros com 200 quilos no ‘lombo’ e está a ser elogiado pela locomoção sofisticada e pelas ‘patas’ flexíveis.

  • Corrigir
  • Feedback
  • PARTILHAR      
Pub
Comentários a esta notícia
  • Comentário feito por:aaapois
  • 13 Setembro 2012

Comentários espertos logo a ligar a politica... A empresa que criou este robot chama-se Boston Dynamics e agora pretendem criar um robot Chettah que corra mais rapido que um humano usando algoritmos semelhantes ao Dog.

  • Comentário feito por:Oliveira
  • 12 Setembro 2012

Comprem um desses urgentemente para carregar daqui com os politicos e faze los explodir bem longe daqui!!!

  • Comentário feito por:Oliveira
  • 12 Setembro 2012

Comprem um desses urgentemente para carregar daqui com os politicos e faze los explodir bem longe daqui!!!

  • Comentário feito por:aaapois
  • 13 Setembro 2012

Comentários espertos logo a ligar a politica... A empresa que criou este robot chama-se Boston Dynamics e agora pretendem criar um robot Chettah que corra mais rapido que um humano usando algoritmos semelhantes ao Dog.

  • Comentário feito por:Oliveira
  • 12 Setembro 2012

Comprem um desses urgentemente para carregar daqui com os politicos e faze los explodir bem longe daqui!!!

  • Comentário feito por:aaapois
  • 13 Setembro 2012

Comentários espertos logo a ligar a politica... A empresa que criou este robot chama-se Boston Dynamics e agora pretendem criar um robot Chettah que corra mais rapido que um humano usando algoritmos semelhantes ao Dog.

  • Comentário feito por:aaapois
  • 13 Setembro 2012

Comentários espertos logo a ligar a politica... A empresa que criou este robot chama-se Boston Dynamics e agora pretendem criar um robot Chettah que corra mais rapido que um humano usando algoritmos semelhantes ao Dog.

  • Comentário feito por:Oliveira
  • 12 Setembro 2012

Comprem um desses urgentemente para carregar daqui com os politicos e faze los explodir bem longe daqui!!!

COMENTAR
Título
Texto

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Registe-se no site do CM para deixar de preencher os seus dados pessoais quando comenta as noticias.
COMENTAR
Título
Texto
Nome
Email
Localidade
Anónimo

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.


Pub
Pub


SONDAGEM

BENFICA: Encarnados devem trocar Artur Morais por Júlio César?

Votar »« Ver resultados


<>
VEJA AQUI MAPA ACTUALIZADO
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte,
sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A. ,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.