jornal impresso

Edição impressa

24 Julho 2014

Ver capas anteriores

Previsões
  • Diretor: Octávio Ribeiro
  • Diretores-adjuntos: Armando Esteves Pereira, Eduardo Dâmaso e Carlos Rodrigues
Lusa/Mário Cruz

A ministra Isabel Alçada comentou o novo diploma sobre os apoios do Estado ao ensino particular e cooperativo

Alçada defende financiamento "equivalente" ao do ensino público

Ensino Privado: Ministra considera diploma "absolutamente justo"

A ministra da Educação, Isabel Alçada, considerou esta quarta-feira “absolutamente justo” o diploma sobre o regime dos apoios do Estado ao ensino particular e cooperativo, que coloca este financiamento num patamar “equivalente” ao do ensino público.

 

“O financiamento tem que ser idêntico. Nenhum português compreenderá que se financie a níveis superiores o ensino privado em relação ao ensino público. Tem que ser equivalente”, argumentou Isabel Alçada na vila alentejana de Vidigueira, onde inaugurou a Escola Básica Integrada Frei António das Chagas.

Em causa está o diploma em vigor desde o final de Dezembro, que estipula a redução dos montantes dos apoios do Estado ao ensino particular e cooperativo.

Esta medida tem sido alvo de contestação por parte de professores, pais e alunos dos estabelecimentos afectados que têm esperado os candidatos em diversos pontos, para lhes entregar os seus manifestos.

O que, para a ministra, é “extremamente indefensável” que se coloquem “crianças na rua para fazer reivindicações”.

“Se as administrações dos colégios e as direcções estão a movimentar encarregados de educação e crianças, eu fico surpreendida. Como é que se vai colocar crianças na rua para reivindicar alguma coisa que deve ser feita pela gestão dos colégios?”, questionou Isabel Alçada.

A ministra defende que o documento aprovado e em vigor destina-se a conseguir que “as escolas do ensino particular que têm contracto de associação tenham um financiamento idêntico àquele que é assegurado às escolas públicas”.

Questionada sobre os cortes salariais dos professores, a ministra da Educação afirma que o ministério se limitou a “a cumprir aquilo que está no Orçamento de Estado”.

“Os sindicatos dos professores actuam com aquilo que julgam que é o seu dever e a sua competência. O ministério actua de acordo com aquilo que é o que está estipulado na lei do orçamento e é nesse sentido que processámos este mês os vencimentos dos professores.”

Pub
Comentários a esta notícia
  • Comentário feito por:José
  • 22 Janeiro 2011

É absolutamente demagógica a postura do ministério da educação... Seria muito mais fácil e óbvio apresentar um estudo credível...

  • Comentário feito por:M Biletskyy
  • 21 Janeiro 2011

Por isso é q o abandono escolar no ensino público é maior, não criam actividades q interessem os alunos e os mantenham na escola, é nisso q os privados se diferenciam do público, para isso é necessário mais investimento

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 20 Janeiro 2011

Nem a sra ministra sabe fazer contas e preocupa-se mais com os meninos irem para as manifestações na rua à chuva do que a ficarem sem escola!juízo...

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 20 Janeiro 2011

Nem a sra ministra sabe fazer contas e preocupa-se mais com os meninos irem para as manifestações na rua à chuva do que a ficarem sem escola!juízo...

  • Comentário feito por:Sónia
  • 20 Janeiro 2011

Vá pra casa!!! Demita-se!!!!!!

  • Comentário feito por:Sónia
  • 20 Janeiro 2011

Vá pra casa!!! Demita-se!!!!!!

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 20 Janeiro 2011

Nem a sra ministra sabe fazer contas e preocupa-se mais com os meninos irem para as manifestações na rua à chuva do que a ficarem sem escola!juízo...

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 20 Janeiro 2011

Nem a sra ministra sabe fazer contas e preocupa-se mais com os meninos irem para as manifestações na rua à chuva do que a ficarem sem escola!juízo...

  • Comentário feito por:M Biletskyy
  • 21 Janeiro 2011

Por isso é q o abandono escolar no ensino público é maior, não criam actividades q interessem os alunos e os mantenham na escola, é nisso q os privados se diferenciam do público, para isso é necessário mais investimento

  • Comentário feito por:José
  • 22 Janeiro 2011

É absolutamente demagógica a postura do ministério da educação... Seria muito mais fácil e óbvio apresentar um estudo credível...

  • Comentário feito por:Sónia
  • 20 Janeiro 2011

Vá pra casa!!! Demita-se!!!!!!

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 20 Janeiro 2011

Nem a sra ministra sabe fazer contas e preocupa-se mais com os meninos irem para as manifestações na rua à chuva do que a ficarem sem escola!juízo...

  • Comentário feito por:M Biletskyy
  • 21 Janeiro 2011

Por isso é q o abandono escolar no ensino público é maior, não criam actividades q interessem os alunos e os mantenham na escola, é nisso q os privados se diferenciam do público, para isso é necessário mais investimento

  • Comentário feito por:José
  • 22 Janeiro 2011

É absolutamente demagógica a postura do ministério da educação... Seria muito mais fácil e óbvio apresentar um estudo credível...

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 20 Janeiro 2011

Nem a sra ministra sabe fazer contas e preocupa-se mais com os meninos irem para as manifestações na rua à chuva do que a ficarem sem escola!juízo...

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 20 Janeiro 2011

Nem a sra ministra sabe fazer contas e preocupa-se mais com os meninos irem para as manifestações na rua à chuva do que a ficarem sem escola!juízo...

  • Comentário feito por:José
  • 22 Janeiro 2011

É absolutamente demagógica a postura do ministério da educação... Seria muito mais fácil e óbvio apresentar um estudo credível...

  • Comentário feito por:M Biletskyy
  • 21 Janeiro 2011

Por isso é q o abandono escolar no ensino público é maior, não criam actividades q interessem os alunos e os mantenham na escola, é nisso q os privados se diferenciam do público, para isso é necessário mais investimento

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 20 Janeiro 2011

Nem a sra ministra sabe fazer contas e preocupa-se mais com os meninos irem para as manifestações na rua à chuva do que a ficarem sem escola!juízo...

  • Comentário feito por:Sónia
  • 20 Janeiro 2011

Vá pra casa!!! Demita-se!!!!!!

COMENTAR
Título
Texto

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Registe-se no site do CM para deixar de preencher os seus dados pessoais quando comenta as noticias.
COMENTAR
Título
Texto
Nome
Email
Localidade
Anónimo

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Pub
Pub


SONDAGEM

CPLP: Portugal ganha com adesão da Guiné Equatorial?

Votar »« Ver resultados


<>
VEJA AQUI MAPA ACTUALIZADO
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte,
sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A. ,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.