jornal impresso

Edição impressa

23 Abril 2014

Ver capas anteriores

  • Diretor: Octávio Ribeiro
  • Diretores-adjuntos: Armando Esteves Pereira, Eduardo Dâmaso e Carlos Rodrigues
Cátia Barbosa / Jornal de Negócios

Carris faz alterações devido à abertura das novas estações do Metro

Transportes

Metro até ao Aeroporto leva à extinção de carreiras na Carris

A partir do próximo sábado, a Carris extingue duas carreiras e efectua ajustes em várias outras, na sequência da abertura das novas estações do metropolitano de Lisboa.

 

As alterações incidem em carreiras que servem a área oriental de Lisboa e a área limítrofe do concelho de Loures, onde a mobilidade será "substancialmente alterada" com a chegada do Metro, indica a Carris.

As novas medidas pretendem melhorar o serviço prestado e articular o percurso entre as duas redes de transportes. "Estas medidas incidem essencialmente em carreiras com maior sobreposição com a rede do Metropolitano de Lisboa, procurando uma melhoria da complementaridade e articulação entre as duas redes", explica a empresa.

Das alterações destaca-se a extinção das carreiras 21 (Saldanha – Moscavide Centro) e 745 (Terreiro do Paço – Prior Velho). A carreira 22 (Marquês de Pombal-Portela) passa a ter uma nova designação (722) e vai passar a fazer o percurso Praça de Londres – Portela, enquanto a carreira 44 (Cais do Sodré-Moscavide) passa a ser 744 e a fazer o percurso Marquês de Pombal – Moscavide.

 1 de 2|Seguinte Ver texto completo
  • Corrigir
  • Feedback
  • PARTILHAR      
Pub
Comentários a esta notícia
  • Comentário feito por:Joaquim Carreira Tapadinhas
  • 19 Julho 2012

Era de esperar,dado que 2 carreiras para o mesmo local tinham de ser racionalizadas.Entretanto,é de prever que quando o aeroporto mudar de residência,surgirá um défice insuportável,numa empresa em grandes dificuldades.

  • Comentário feito por:Joaquim Carreira Tapadinhas
  • 19 Julho 2012

Era de esperar,dado que 2 carreiras para o mesmo local tinham de ser racionalizadas.Entretanto,é de prever que quando o aeroporto mudar de residência,surgirá um défice insuportável,numa empresa em grandes dificuldades.

  • Comentário feito por:Joaquim Carreira Tapadinhas
  • 19 Julho 2012

Era de esperar,dado que 2 carreiras para o mesmo local tinham de ser racionalizadas.Entretanto,é de prever que quando o aeroporto mudar de residência,surgirá um défice insuportável,numa empresa em grandes dificuldades.

  • Comentário feito por:Joaquim Carreira Tapadinhas
  • 19 Julho 2012

Era de esperar,dado que 2 carreiras para o mesmo local tinham de ser racionalizadas.Entretanto,é de prever que quando o aeroporto mudar de residência,surgirá um défice insuportável,numa empresa em grandes dificuldades.

COMENTAR
Título
Texto

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Registe-se no site do CM para deixar de preencher os seus dados pessoais quando comenta as noticias.
COMENTAR
Título
Texto
Nome
Email
Localidade
Anónimo

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Pub
Pub


SONDAGEM

FUTEBOL: Lisboa faz bem em não apresentar candidatura ao Euro2020?

Votar »« Ver resultados


<>
VEJA AQUI MAPA ACTUALIZADO
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte,
sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A. ,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.