jornal impresso

Edição impressa

17 Abril 2014

Ver capas anteriores

  • Diretor: Octávio Ribeiro
  • Diretores-adjuntos: Armando Esteves Pereira, Eduardo Dâmaso e Carlos Rodrigues
d.r.

Presidente da República analisou 205 pedidos de indulto

Em 205 pedidos

Cavaco Silva concedeu dois indultos de Natal

O Presidente da República, Cavaco Silva, concedeu esta sexta-feira dois indultos, um de pena de prisão e outro de expulsão, depois de analisar 205 pedidos.

  • 21 de Dezembro 2012, 12h39
  • Nº de votos (2)
  • Comentários (7)

 

Depois de uma curta reunião de meia hora entre Cavaco Silva e a ministra da Justiça, os serviços do Palácio de Belém divulgaram um comunicado no qual revelaram as decisões relativas aos indultos, habitualmente concedidos no Natal.

A ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, escusou-se a prestar declarações aos jornalistas, quer à entrada quer à saída da reunião com o Presidente da República.

"Com vista à concessão de indultos foram apreciados, este ano, 205 pedidos", referia a nota de Belém, sublinhando que as "razões humanitárias" constituíram os fundamentos desta decisão.

As decisões tiveram em conta os pareceres dos magistrados dos tribunais de execução das penas, da Direcção-Geral dos Serviços Prisionais, dos directores dos estabelecimentos prisionais e da Direcção Geral da Reinserção Social.

No ano passado, Cavaco Silva também tinha decidido conceder dois indultos, dos 225 pedidos analisados.

  • Corrigir
  • Feedback
  • PARTILHAR      
Pub
Comentários a esta notícia
  • Comentário feito por:Joaquim Carreira Tapadinhas
  • 21 Dezembro 2012

Isto prova a forma como o PR interiorizou a crise.Mandaram-lhe 205 processos que,em princípio,caso contrário seria um abuso,reuniam condições para o indulto.O PR decidiu cortar na benevolência e considerou menos de 1%.

  • Comentário feito por:Jesus Cristo laico
  • 21 Dezembro 2012

Os indultados foram Passso Coelho e Gaspar Louçã! Agora com o cadastro limpo podem continuar a aruinar o País e os portugueses, e para ano que vem voltam ser indultados se entretanto o povo não os despachar primeiro!

  • Comentário feito por:Aníbal Fernandes
  • 21 Dezembro 2012

A nós, cidadãos exemplares, a quem este governo mantém "presos" de usufruir uma vida digna, é que o Presidente da República devia conceder o indulto livrando-nos desta escumalha, mas pelo contrário irá promulgar o OE.

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 21 Dezembro 2012

cavaco és uma nódoa autêntica armado em inteligente

  • Comentário feito por:victor ferreira
  • 21 Dezembro 2012

Encontro-me prisioneiro neste País por não ter dinheiro para poder viver. Ganho 180 e + 80 de ser cego de um olho, pago 120 euros de renda de uma casa. 32 euros luz, 7 de água 90 euros medicamentos o que equivale a 249 e

  • Comentário feito por:João Silva
  • 21 Dezembro 2012

Desculpem-me, mas estes "indultos" deviam acabar; se foram julgados e condenados porque raio hão-de ser agora absolvidos, mesmo que seja parcialmente com reduções de pena? alguém me explica porque?

  • Comentário feito por:rm
  • 21 Dezembro 2012

Podia V/ Ex. libertar-me do desgoverno a que estou,por obrigação,sujeito?Taxas e impostos acrescidos,aliados a perda de dignidade,por privação forçada de trabalho,equiparam a minha vivência a do cárcere...

Página

    • Comentário feito por:rm
    • 21 Dezembro 2012

    Podia V/ Ex. libertar-me do desgoverno a que estou,por obrigação,sujeito?Taxas e impostos acrescidos,aliados a perda de dignidade,por privação forçada de trabalho,equiparam a minha vivência a do cárcere...

    • Comentário feito por:João Silva
    • 21 Dezembro 2012

    Desculpem-me, mas estes "indultos" deviam acabar; se foram julgados e condenados porque raio hão-de ser agora absolvidos, mesmo que seja parcialmente com reduções de pena? alguém me explica porque?

    • Comentário feito por:victor ferreira
    • 21 Dezembro 2012

    Encontro-me prisioneiro neste País por não ter dinheiro para poder viver. Ganho 180 e + 80 de ser cego de um olho, pago 120 euros de renda de uma casa. 32 euros luz, 7 de água 90 euros medicamentos o que equivale a 249 e

    • Comentário feito por: Anónimo
    • 21 Dezembro 2012

    cavaco és uma nódoa autêntica armado em inteligente

    • Comentário feito por:Aníbal Fernandes
    • 21 Dezembro 2012

    A nós, cidadãos exemplares, a quem este governo mantém "presos" de usufruir uma vida digna, é que o Presidente da República devia conceder o indulto livrando-nos desta escumalha, mas pelo contrário irá promulgar o OE.

    • Comentário feito por:Jesus Cristo laico
    • 21 Dezembro 2012

    Os indultados foram Passso Coelho e Gaspar Louçã! Agora com o cadastro limpo podem continuar a aruinar o País e os portugueses, e para ano que vem voltam ser indultados se entretanto o povo não os despachar primeiro!

    • Comentário feito por:Joaquim Carreira Tapadinhas
    • 21 Dezembro 2012

    Isto prova a forma como o PR interiorizou a crise.Mandaram-lhe 205 processos que,em princípio,caso contrário seria um abuso,reuniam condições para o indulto.O PR decidiu cortar na benevolência e considerou menos de 1%.

    • Comentário feito por:Joaquim Carreira Tapadinhas
    • 21 Dezembro 2012

    Isto prova a forma como o PR interiorizou a crise.Mandaram-lhe 205 processos que,em princípio,caso contrário seria um abuso,reuniam condições para o indulto.O PR decidiu cortar na benevolência e considerou menos de 1%.

    • Comentário feito por:rm
    • 21 Dezembro 2012

    Podia V/ Ex. libertar-me do desgoverno a que estou,por obrigação,sujeito?Taxas e impostos acrescidos,aliados a perda de dignidade,por privação forçada de trabalho,equiparam a minha vivência a do cárcere...

    • Comentário feito por:João Silva
    • 21 Dezembro 2012

    Desculpem-me, mas estes "indultos" deviam acabar; se foram julgados e condenados porque raio hão-de ser agora absolvidos, mesmo que seja parcialmente com reduções de pena? alguém me explica porque?

    • Comentário feito por:Aníbal Fernandes
    • 21 Dezembro 2012

    A nós, cidadãos exemplares, a quem este governo mantém "presos" de usufruir uma vida digna, é que o Presidente da República devia conceder o indulto livrando-nos desta escumalha, mas pelo contrário irá promulgar o OE.

    • Comentário feito por: Anónimo
    • 21 Dezembro 2012

    cavaco és uma nódoa autêntica armado em inteligente

    • Comentário feito por:Jesus Cristo laico
    • 21 Dezembro 2012

    Os indultados foram Passso Coelho e Gaspar Louçã! Agora com o cadastro limpo podem continuar a aruinar o País e os portugueses, e para ano que vem voltam ser indultados se entretanto o povo não os despachar primeiro!

    • Comentário feito por:victor ferreira
    • 21 Dezembro 2012

    Encontro-me prisioneiro neste País por não ter dinheiro para poder viver. Ganho 180 e + 80 de ser cego de um olho, pago 120 euros de renda de uma casa. 32 euros luz, 7 de água 90 euros medicamentos o que equivale a 249 e

    • Comentário feito por: Anónimo
    • 21 Dezembro 2012

    cavaco és uma nódoa autêntica armado em inteligente

    • Comentário feito por:Jesus Cristo laico
    • 21 Dezembro 2012

    Os indultados foram Passso Coelho e Gaspar Louçã! Agora com o cadastro limpo podem continuar a aruinar o País e os portugueses, e para ano que vem voltam ser indultados se entretanto o povo não os despachar primeiro!

    • Comentário feito por:victor ferreira
    • 21 Dezembro 2012

    Encontro-me prisioneiro neste País por não ter dinheiro para poder viver. Ganho 180 e + 80 de ser cego de um olho, pago 120 euros de renda de uma casa. 32 euros luz, 7 de água 90 euros medicamentos o que equivale a 249 e

    • Comentário feito por:Aníbal Fernandes
    • 21 Dezembro 2012

    A nós, cidadãos exemplares, a quem este governo mantém "presos" de usufruir uma vida digna, é que o Presidente da República devia conceder o indulto livrando-nos desta escumalha, mas pelo contrário irá promulgar o OE.

    • Comentário feito por:João Silva
    • 21 Dezembro 2012

    Desculpem-me, mas estes "indultos" deviam acabar; se foram julgados e condenados porque raio hão-de ser agora absolvidos, mesmo que seja parcialmente com reduções de pena? alguém me explica porque?

    • Comentário feito por:rm
    • 21 Dezembro 2012

    Podia V/ Ex. libertar-me do desgoverno a que estou,por obrigação,sujeito?Taxas e impostos acrescidos,aliados a perda de dignidade,por privação forçada de trabalho,equiparam a minha vivência a do cárcere...

    • Comentário feito por:Joaquim Carreira Tapadinhas
    • 21 Dezembro 2012

    Isto prova a forma como o PR interiorizou a crise.Mandaram-lhe 205 processos que,em princípio,caso contrário seria um abuso,reuniam condições para o indulto.O PR decidiu cortar na benevolência e considerou menos de 1%.

    COMENTAR
    Título
    Texto

    Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

    Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

    LOGIN
    Utilizador
    Password

    Esqueceu-se da palavra-chave?

    Registe-se


    Registe-se no site do CM para deixar de preencher os seus dados pessoais quando comenta as noticias.

    COMENTAR
    Título
    Texto
    Nome
    Email
    Localidade
    Anónimo

    Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

    Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

    Pub
    Pub


    SONDAGEM

    IMPOSTOS: É possível descer IRS esta legislatura?

    Votar »« Ver resultados


    <>
    VEJA AQUI MAPA ACTUALIZADO
    Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte,
    sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A. ,
    uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
    Consulte as condições legais de utilização.