jornal impresso

Edição impressa

01 Agosto 2014

Ver capas anteriores

Previsões
  • Diretor: Octávio Ribeiro
  • Diretores-adjuntos: Armando Esteves Pereira, Eduardo Dâmaso e Carlos Rodrigues
Bruno Arnold/Epa

Comissário europeu da Concorrência, Joaquín Almunia

Reprivatização: Contrato de compra e venda assinado amanhã

BPN custa 6,6 mil milhões

A factura da nacionalização do BPN pode custar aos contribuintes até 6,6 mil milhões de euros, contas feitas aos diversos apoios que o Estado mobilizou para a instituição que amanhã é oficialmente vendida por 40 milhões de euros ao BIC, mas que vai continuar a receber apoios no valor de 700 milhões de euros nos próximos três anos.

Por:Sofia Piçarra

 

Para este valor contribuem os 600 milhões de euros injectados no banco para que este cumprisse os rácios de capital. Em Fevereiro, o Estado dotou ainda o BPN de igual verba para o capitalizar antes da venda. Somam-se os 1,5 mil milhões de euros de garantias que a Caixa Geral de Depósitos subscreveu.

O banco público tem ainda uma exposição de perto de 3,9 mil milhões de euros em activos problemáticos, como hipotecas e crédito malparado. Há ainda que incluir os 1, 8 mil milhões de euros em perdas com activos que o Estado assumiu em 2010.

Com a assinatura do acordo de compra e venda amanhã as obrigações do Estado português não terminam, e a CGD vai manter duas linhas de crédito, no valor de 700 milhões euros, nos próximos três anos, para assegurar, por exemplo, o risco de fuga de depósitos.

As condições de utilização destes fundos levantaram sucessivas dúvidas à Comissão Europeia, pela distorção concorrencial que os apoios estatais poderiam provocar no mercado. Bruxelas obrigou, por isso, a antecipar prazos de pagamento e aumentou taxas de juro nestas linhas. O aval da Comissão Europeia ao negócio impede ainda o BIC Portugal de fazer aquisições e pagar dividendos até 2016.

Apesar disso, a Comissão Europeia acredita que a venda do BPN custa menos aos contribuintes do que a liquidação do banco, defendeu ontem o comissário europeu da Concorrência, Joaquín Almunia, que considera o desfecho "bom e positivo" para todas as partes, incluindo os contribuintes. "Não poderíamos ter adoptado uma decisão favorável se, de acordo com as nossas análises, os custos da liquidação fossem menores".

  • Corrigir
  • Feedback
  • PARTILHAR      
Pub
Comentários a esta notícia
  • Comentário feito por: Anónimo
  • 29 Março 2012

Isto e de bradar aos ceus, como e que estes gatunos roubam 7 mil milhoes de euros aos portugueses e ficam impunes! Para nos humilhar ainda mais, depois vende-se aos amigos por 40 milhoes com recheio de 700 milhoes ah ah!

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 29 Março 2012

Isto e de bradar aos ceus, como e que estes gatunos roubam 7 mil milhoes de euros aos portugueses e ficam impunes! Para nos humilhar ainda mais, depois vende-se aos amigos por 40 milhoes com recheio de 700 milhoes ah ah!

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 29 Março 2012

Isto e de bradar aos ceus, como e que estes gatunos roubam 7 mil milhoes de euros aos portugueses e ficam impunes! Para nos humilhar ainda mais, depois vende-se aos amigos por 40 milhoes com recheio de 700 milhoes ah ah!

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 29 Março 2012

Isto e de bradar aos ceus, como e que estes gatunos roubam 7 mil milhoes de euros aos portugueses e ficam impunes! Para nos humilhar ainda mais, depois vende-se aos amigos por 40 milhoes com recheio de 700 milhoes ah ah!

COMENTAR
Título
Texto

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Registe-se no site do CM para deixar de preencher os seus dados pessoais quando comenta as noticias.
COMENTAR
Título
Texto
Nome
Email
Localidade
Anónimo

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Pub
Pub


SONDAGEM

EUROPA: Portugal ganha com Maria Luís Albuquerque em Bruxelas?

Votar »« Ver resultados


<>
VEJA AQUI MAPA ACTUALIZADO
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte,
sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A. ,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.