jornal impresso

Edição impressa

23 Julho 2014

Ver capas anteriores

Previsões
  • Diretor: Octávio Ribeiro
  • Diretores-adjuntos: Armando Esteves Pereira, Eduardo Dâmaso e Carlos Rodrigues
Pedro Elias

Durante oito anos as Finanças não conseguiram cobrar 237 mil euros da sociedade Pedro Caldeira

Bolsa

Fisco deixa caducar impostos

Fisco deixou prescrever 237 mil euros de impostos que Pedro Caldeira tinha que pagar. Leia tudo na edição de hoje do CM.

Por:Raquel Oliveira/ Miguel Alexandre Ganhão

 

  • Corrigir
  • Feedback
  • PARTILHAR      
Pub
Comentários a esta notícia
  • Comentário feito por:António Oliveira
  • 07 Maio 2013

Não cobraram porque não quiseram, vejam quem ocultou ou escondeu o processo para que ele caducasse e se descobrirem vejam quanto é que essa pessoa recebeu para o fazer. Está tudo contaminado!

  • Comentário feito por:oo
  • 07 Maio 2013

isto é uma vergonha, não conseguirem que o caldeira pagasse as suas dividas porque o estado não o quis fazer. os politicos não interessam a ninguem

  • Comentário feito por:fantunes
  • 07 Maio 2013

se os tribunais funcionassem para os poderosos ,não era necessario roubar a quem tem reformas pequenas .

  • Comentário feito por:Zé da Australia
  • 07 Maio 2013

Entäo para os senhores da elite näo há penhoras?

  • Comentário feito por:Aristides
  • 07 Maio 2013

Os responsáveis por esta situação é que deviam pagar agora os 237 mil euros.

  • Comentário feito por:Joaquim Peixe
  • 07 Maio 2013

Boa Gaspar! Tás no bom caminho, roubar aos pobres para dar aos ricios.

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 07 Maio 2013

façam uma análise aos tribunais tributários; vejam os processos que lá prescrevem; publiquem os nomes e os valores em causa,...

  • Comentário feito por:José Pascoal
  • 07 Maio 2013

É a primeira vez que os impostos dos ricos caducam? Os compadres são sempre os mesmos! Agora se um Zé do povoão dever 400 euros cai-lhe as finanças em cima com penhoras!! Paga Zé! Acorda Zé!!

  • Comentário feito por:Nuno Gonçalves
  • 07 Maio 2013

E depois andamos nós a pagar a crise.... INADMISSÍVEL...... Os responsáveis deviam ser punidos.....

Página

  • Comentário feito por:Nuno Gonçalves
  • 07 Maio 2013

E depois andamos nós a pagar a crise.... INADMISSÍVEL...... Os responsáveis deviam ser punidos.....

  • Comentário feito por:José Pascoal
  • 07 Maio 2013

É a primeira vez que os impostos dos ricos caducam? Os compadres são sempre os mesmos! Agora se um Zé do povoão dever 400 euros cai-lhe as finanças em cima com penhoras!! Paga Zé! Acorda Zé!!

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 07 Maio 2013

façam uma análise aos tribunais tributários; vejam os processos que lá prescrevem; publiquem os nomes e os valores em causa,...

  • Comentário feito por:Joaquim Peixe
  • 07 Maio 2013

Boa Gaspar! Tás no bom caminho, roubar aos pobres para dar aos ricios.

  • Comentário feito por:Aristides
  • 07 Maio 2013

Os responsáveis por esta situação é que deviam pagar agora os 237 mil euros.

  • Comentário feito por:Zé da Australia
  • 07 Maio 2013

Entäo para os senhores da elite näo há penhoras?

  • Comentário feito por:fantunes
  • 07 Maio 2013

se os tribunais funcionassem para os poderosos ,não era necessario roubar a quem tem reformas pequenas .

  • Comentário feito por:oo
  • 07 Maio 2013

isto é uma vergonha, não conseguirem que o caldeira pagasse as suas dividas porque o estado não o quis fazer. os politicos não interessam a ninguem

  • Comentário feito por:António Oliveira
  • 07 Maio 2013

Não cobraram porque não quiseram, vejam quem ocultou ou escondeu o processo para que ele caducasse e se descobrirem vejam quanto é que essa pessoa recebeu para o fazer. Está tudo contaminado!

  • Comentário feito por:José Porfírio
  • 07 Maio 2013

Com o ataque feroz do governo à função pública acredito que ainda vão haver mais prescrições. Salazar dizia: "Não aumento os funcionários públicos porque sei donde vem o que lhes falta." Sou desse tempo e confirmo.

  • Comentário feito por:Tomas Silveira
  • 07 Maio 2013

Será que as finanças penhoraram bens correspondentes à divida.Ou será que é mais algum protegido do fisco?Honestidade e correcção são predicados que se exigem aos funcionários que trabalham para o estado.O dono é o estad

  • Comentário feito por:Nuno Gonçalves
  • 07 Maio 2013

E depois andamos nós a pagar a crise.... INADMISSÍVEL...... Os responsáveis deviam ser punidos.....

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 07 Maio 2013

façam uma análise aos tribunais tributários; vejam os processos que lá prescrevem; publiquem os nomes e os valores em causa,...

  • Comentário feito por:António Oliveira
  • 07 Maio 2013

Não cobraram porque não quiseram, vejam quem ocultou ou escondeu o processo para que ele caducasse e se descobrirem vejam quanto é que essa pessoa recebeu para o fazer. Está tudo contaminado!

  • Comentário feito por:José Porfírio
  • 07 Maio 2013

Com o ataque feroz do governo à função pública acredito que ainda vão haver mais prescrições. Salazar dizia: "Não aumento os funcionários públicos porque sei donde vem o que lhes falta." Sou desse tempo e confirmo.

  • Comentário feito por:José Pascoal
  • 07 Maio 2013

É a primeira vez que os impostos dos ricos caducam? Os compadres são sempre os mesmos! Agora se um Zé do povoão dever 400 euros cai-lhe as finanças em cima com penhoras!! Paga Zé! Acorda Zé!!

  • Comentário feito por:fantunes
  • 07 Maio 2013

se os tribunais funcionassem para os poderosos ,não era necessario roubar a quem tem reformas pequenas .

  • Comentário feito por:Aristides
  • 07 Maio 2013

Os responsáveis por esta situação é que deviam pagar agora os 237 mil euros.

  • Comentário feito por:Zé da Australia
  • 07 Maio 2013

Entäo para os senhores da elite näo há penhoras?

  • Comentário feito por:Joaquim Peixe
  • 07 Maio 2013

Boa Gaspar! Tás no bom caminho, roubar aos pobres para dar aos ricios.

  • Comentário feito por:Fernando
  • 07 Maio 2013

Vergonha.O que realmente terá acontecido para ter havido este esquecimento? Tem que haver alguém que justifique e reponha a quantia deste lapso.É que estamos fartos de sermos roubados pelo gaspar

  • Comentário feito por:José
  • 08 Maio 2013

E, não foi por acaso! Para que é que servem os amigos?

  • Comentário feito por:ca tou eu
  • 07 Maio 2013

sera que o gaspar os vai pagar? seria engraçado mas o gaspar anda entretido a inventar ces para os reformados e não tem tempo para mais nada! tadinho do gaspar!

  • Comentário feito por:saravá
  • 08 Maio 2013

Por isso é que o pão do pobre quando cai, é com a manteiga virada para o chão. Vergonhoso.

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 07 Maio 2013

Só falta dar-lhe um louvor porque,diz o povo que:"Roubas um pão és um ladrão, roubas um milhão, és um barão".O povo tem uma arma forte nas mãos:O VOTO.Usê-mo-lo contra todas as situações que colocaram o país no lixo.

  • Comentário feito por:Alberto
  • 07 Maio 2013

Se calhar são as leis que os políticos fazem que não permitem aos funcionários cobrar estes impostos a estes poderosos.

  • Comentário feito por: Anónimo
  • 07 Maio 2013

e os meus não caducam!!!!!

  • Comentário feito por:hcs
  • 07 Maio 2013

Muito bem! Agora supõe-se que vão chamar os responsáveis por esta falha e obrigá-los ou a pagar e despedidos da FP, ou cadeia!

  • Comentário feito por:oo
  • 07 Maio 2013

isto é uma vergonha, não conseguirem que o caldeira pagasse as suas dividas porque o estado não o quis fazer. os politicos não interessam a ninguem

  • Comentário feito por:Joaquim Peixe
  • 07 Maio 2013

Boa Gaspar! Tás no bom caminho, roubar aos pobres para dar aos ricios.

COMENTAR
Título
Texto

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Registe-se no site do CM para deixar de preencher os seus dados pessoais quando comenta as noticias.
COMENTAR
Título
Texto
Nome
Email
Localidade
Anónimo

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Pub
Pub


SONDAGEM

EDUCAÇÃO: Prova dos professores foi um sucesso para o Ministério?

Votar »« Ver resultados

SONDAGEM

EDUCAÇÃO: Ministério faz bem em insistir na avaliação dos professores?

Votar »« Ver resultados


<>
VEJA AQUI MAPA ACTUALIZADO
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte,
sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A. ,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.