Foto Bruno Colaço
Presidente do Benfica quer perdão de dívida se Sporting também o tiver
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
02.03.2013  01:00
Perdoar dívida é "leviandade"
Luís Filipe Vieira disse ontem que um eventual perdão da Banca ao Sporting seria uma "leviandade", sobretudo quando todos os dias pessoas "passam fome", e outras ficam sem casa. O presidente do Benfica referiu, num encontro com jornalistas, que a situação financeira do "Sporting começa a ser preocupante para o sistema financeiro", adiantando que há um banco a querer sair do futebol.

"O justo não pode pagar pelo pecador", sublinhou, frisando que se fala de "um perdão" da Banca a dívidas do clube de Alvalade. "Os benfiquistas podem estar descansados que estamos atentos. Não podemos aceitar que haja um perdão sem consequências. Se aqueles que têm fome são postos na rua, aqueles que geriram mal vão lhes perdoar a dívida? Mais vale fugir do País", disse, sublinhando que "se houver perdão tem de haver para o Benfica também".

Vieira adiantou, ainda, acreditar que "o Sporting tem solução", observando que o emblema de Alvalade "faz falta ao futebol". "É um clube centenário com milhões de adeptos", vincou.

Já Domingos Soares Oliveira, administrador financeiro da SAD das águias, afirmou:"É difícil entender que um banco intervencionado com os nossos impostos possa usar dinheiro para perdoar dívidas".

Leia mais na edição impressa do jornal 'Correio da Manhã'.

Enviar o artigo: Perdoar dívida é "leviandade"
Comentários
enviar
MAIS NOTÍCIAS DE Modalidades