08.07.2008  00:30
Mornas e coladeras pela voz de Nancy Vieira
A artista africana Nancy Vieira é uma das convidadas da 17ª Feira de Artesanato de Loulé, que decorre no Largo do Tribunal, entre 11 e 20 de Julho.

Nascida na Guiné-Bissau, por mera casualidade, Nancy viveu a infância e a juventude em Cabo Verde e absorveu a musicalidade das ilhas expressa numa carreira consistente, de que é exemplo o último trabalho, ‘Lus’.

Este disco, o terceiro do percurso de Nancy Vieira, cruza as sonoridades tradicionais cabo-verdianas (morna, coladera, funaná e batuque) com ritmos de outras paragens – Brasil, Peru ou Cuba.

Nancy Vieira apresenta-se no palco da Feira de Artesanato no dia 13 de Julho, às 22h30, depois da actuação do Rancho Folclórico  da Casa do Povo de Alte.

A inauguração do certame está marcada para as 20h00 de 11 de Julho, com a actuação da Banda Filarmónica Artistas de Minerva e um espectáculo com o projecto Amar Guitarra.

No dia seguinte, 12 de Julho, decorrerá o espectáculo ‘Mil e Uma Noites de Acordeão’ e actua o grupo Ginga. A 14 de Julho sobem ao palco o grupo Marenostrum e Dina; o grupo Atalhos (dia 16); Teresa Tapadas (dia 17); Marco Filipe (dia 18); Rancho Folclórico de Boliqueime e grupo Duas Culturas (dia 19); o Coro de Música Popular da Câmara Municipal de Albufeira e o grupo Rastemenga (dia 20) são os restantes convidados desta iniciativa da Câmara de Loulé.

Nascida na Guiné-Bissau, por mera casualidade, Nancy viveu a infância e a juventude em Cabo Verde e absorveu a musicalidade das ilhas expressa numa carreira consistente, de que é exemplo o último trabalho, ‘Lus’.

Este disco, o terceiro do percurso de Nancy Vieira, cruza as sonoridades tradicionais cabo-verdianas (morna, coladera, funaná e batuque) com ritmos de outras paragens – Brasil, Peru ou Cuba.

Nancy Vieira apresenta-se no palco da Feira de Artesanato no dia 13 de Julho, às 22h30, depois da actuação do Rancho Folclórico  da Casa do Povo de Alte.

A inauguração do certame está marcada para as 20h00 de 11 de Julho, com a actuação da Banda Filarmónica Artistas de Minerva e um espectáculo com o projecto Amar Guitarra.

No dia seguinte, 12 de Julho, decorrerá o espectáculo ‘Mil e Uma Noites de Acordeão’ e actua o grupo Ginga. A 14 de Julho sobem ao palco o grupo Marenostrum e Dina; o grupo Atalhos (dia 16); Teresa Tapadas (dia 17); Marco Filipe (dia 18); Rancho Folclórico de Boliqueime e grupo Duas Culturas (dia 19); o Coro de Música Popular da Câmara Municipal de Albufeira e o grupo Rastemenga (dia 20) são os restantes convidados desta iniciativa da Câmara de Loulé.

artista africana Nancy Vieira é uma das convidadas da 17ª Feira de Artesanato de Loulé, que decorre no Largo do Tribunal, entre 11 e 20 de Julho.

Nascida na Guiné-Bissau, por mera casualidade, Nancy viveu a infância e a juventude em Cabo Verde e absorveu a musicalidade das ilhas expressa numa carreira consistente, de que é exemplo o último trabalho, ‘Lus’.

Este disco, o terceiro do percurso de Nancy Vieira, cruza as sonoridades tradicionais cabo-verdianas (morna, coladera, funaná e batuque) com ritmos de outras paragens – Brasil, Peru ou Cuba.

Nancy Vieira apresenta-se no palco da Feira de Artesanato no dia 13 de Julho, às 22h30, depois da actuação do Rancho Folclórico  da Casa do Povo de Alte.

A inauguração do certame está marcada para as 20h00 de 11 de Julho, com a actuação da Banda Filarmónica Artistas de Minerva e um espectáculo com o projecto Amar Guitarra.

No dia seguinte, 12 de Julho, decorrerá o espectáculo ‘Mil e Uma Noites de Acordeão’ e actua o grupo Ginga. A 14 de Julho sobem ao palco o grupo Marenostrum e Dina; o grupo Atalhos (dia 16); Teresa Tapadas (dia 17); Marco Filipe (dia 18); Rancho Folclórico de Boliqueime e grupo Duas Culturas (dia 19); o Coro de Música Popular da Câmara Municipal de Albufeira e o grupo Rastemenga (dia 20) são os restantes convidados desta iniciativa da Câmara de Loulé.

EUA enviam mais 350 militares para o Iraque - Casa Branca02:53

Incêndio lavra em fábrica de materiais escolares em Ermesinde01:44

Bolsa de Tóquio abriu sessão em alta de 0,79%01:21

Incêndio em fábrica desativada01:02

Famílias exigem mensagens do dux00:30

Almoços grátis00:30

Não há duas sem três...00:30

Radar00:30

Corte urgente00:30

Ação cível tenta anular divisão do BES00:30

Blog00:30

Tony paga aulas a David00:30

98 pedófilos apanhados em sete meses00:30

Aumento de capital com verba do Montepio00:30

Morre esmagado por tampa de ferro00:14

Ucrânia: Rússia promete reagir à ameaça do aumento da presença NATO nas suas fronteiras23:53

Lista de pedófilos condenados é eficaz na prevenção?23:31

Morgan Stanley reduz posição na Portugal Telecom para 1,96%23:26

Hollande manifesta horror por decapitação de jornalista23:09

Venezuelanos criam versão chavista do Pai Nosso católico 23:02

Venezuela acusa canal TNT de atacar o presidente 22:30

John Kerry reúne-se com negociadores palestinianos21:51

Trabalhadores da Lusa entregam queixa contra o Governo21:27

Mickey e Spongebob espancam condutor21:24

EUA "desolados" com decapitação de jornalista por islamitas21:13

Apple não encontra falha de segurança21:02

ONU alerta que ébola pode chegar a mais países21:00

Volta a França de 2014 sem casos de doping20:43

Saiba os números do Euromilhões20:38

Juiz espanhol liberta pais que levaram filho de hospital20:38

Obras da 31.ª Bienal de São Paulo no Museu de Serralves20:35

CGTP manifesta-se em frente à AR dia 11 de setembro20:14

CIES estima em 16 por cento a inflação no mercado do futebol20:12

Mãe francesa reencontra-se com filha levada por pai islâmico20:12

Mais de 400 operacionais combatem quatro fogos florestais20:04

Proteção Civil alerta para perigo de incêndio florestal19:55

Pepe ausente do primeiro treino da seleção portuguesa19:40

Capacetes azuis mortos em explosão no norte do Mali19:36

Júlio César tira lugar a Artur19:36

Suspeito de esfaquear idoso em Alijó em prisão preventiva19:16

Enviar o artigo: Mornas e coladeras pela voz de Nancy Vieira
Comentários
enviar
MAIS NOTÍCIAS DE Cultura