A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
08.07.2008  00:30
Mornas e coladeras pela voz de Nancy Vieira
A artista africana Nancy Vieira é uma das convidadas da 17ª Feira de Artesanato de Loulé, que decorre no Largo do Tribunal, entre 11 e 20 de Julho.

Nascida na Guiné-Bissau, por mera casualidade, Nancy viveu a infância e a juventude em Cabo Verde e absorveu a musicalidade das ilhas expressa numa carreira consistente, de que é exemplo o último trabalho, ‘Lus’.

Este disco, o terceiro do percurso de Nancy Vieira, cruza as sonoridades tradicionais cabo-verdianas (morna, coladera, funaná e batuque) com ritmos de outras paragens – Brasil, Peru ou Cuba.

Nancy Vieira apresenta-se no palco da Feira de Artesanato no dia 13 de Julho, às 22h30, depois da actuação do Rancho Folclórico  da Casa do Povo de Alte.

A inauguração do certame está marcada para as 20h00 de 11 de Julho, com a actuação da Banda Filarmónica Artistas de Minerva e um espectáculo com o projecto Amar Guitarra.

No dia seguinte, 12 de Julho, decorrerá o espectáculo ‘Mil e Uma Noites de Acordeão’ e actua o grupo Ginga. A 14 de Julho sobem ao palco o grupo Marenostrum e Dina; o grupo Atalhos (dia 16); Teresa Tapadas (dia 17); Marco Filipe (dia 18); Rancho Folclórico de Boliqueime e grupo Duas Culturas (dia 19); o Coro de Música Popular da Câmara Municipal de Albufeira e o grupo Rastemenga (dia 20) são os restantes convidados desta iniciativa da Câmara de Loulé.

Nascida na Guiné-Bissau, por mera casualidade, Nancy viveu a infância e a juventude em Cabo Verde e absorveu a musicalidade das ilhas expressa numa carreira consistente, de que é exemplo o último trabalho, ‘Lus’.

Este disco, o terceiro do percurso de Nancy Vieira, cruza as sonoridades tradicionais cabo-verdianas (morna, coladera, funaná e batuque) com ritmos de outras paragens – Brasil, Peru ou Cuba.

Nancy Vieira apresenta-se no palco da Feira de Artesanato no dia 13 de Julho, às 22h30, depois da actuação do Rancho Folclórico  da Casa do Povo de Alte.

A inauguração do certame está marcada para as 20h00 de 11 de Julho, com a actuação da Banda Filarmónica Artistas de Minerva e um espectáculo com o projecto Amar Guitarra.

No dia seguinte, 12 de Julho, decorrerá o espectáculo ‘Mil e Uma Noites de Acordeão’ e actua o grupo Ginga. A 14 de Julho sobem ao palco o grupo Marenostrum e Dina; o grupo Atalhos (dia 16); Teresa Tapadas (dia 17); Marco Filipe (dia 18); Rancho Folclórico de Boliqueime e grupo Duas Culturas (dia 19); o Coro de Música Popular da Câmara Municipal de Albufeira e o grupo Rastemenga (dia 20) são os restantes convidados desta iniciativa da Câmara de Loulé.

artista africana Nancy Vieira é uma das convidadas da 17ª Feira de Artesanato de Loulé, que decorre no Largo do Tribunal, entre 11 e 20 de Julho.

Nascida na Guiné-Bissau, por mera casualidade, Nancy viveu a infância e a juventude em Cabo Verde e absorveu a musicalidade das ilhas expressa numa carreira consistente, de que é exemplo o último trabalho, ‘Lus’.

Este disco, o terceiro do percurso de Nancy Vieira, cruza as sonoridades tradicionais cabo-verdianas (morna, coladera, funaná e batuque) com ritmos de outras paragens – Brasil, Peru ou Cuba.

Nancy Vieira apresenta-se no palco da Feira de Artesanato no dia 13 de Julho, às 22h30, depois da actuação do Rancho Folclórico  da Casa do Povo de Alte.

A inauguração do certame está marcada para as 20h00 de 11 de Julho, com a actuação da Banda Filarmónica Artistas de Minerva e um espectáculo com o projecto Amar Guitarra.

No dia seguinte, 12 de Julho, decorrerá o espectáculo ‘Mil e Uma Noites de Acordeão’ e actua o grupo Ginga. A 14 de Julho sobem ao palco o grupo Marenostrum e Dina; o grupo Atalhos (dia 16); Teresa Tapadas (dia 17); Marco Filipe (dia 18); Rancho Folclórico de Boliqueime e grupo Duas Culturas (dia 19); o Coro de Música Popular da Câmara Municipal de Albufeira e o grupo Rastemenga (dia 20) são os restantes convidados desta iniciativa da Câmara de Loulé.

Enviar o artigo: Mornas e coladeras pela voz de Nancy Vieira
Comentários
enviar
MAIS NOTÍCIAS DE Cultura