Foto D.R.
Monumentos encontrados no Corvo podem ter mais de dois mil anos
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
05.03.2011  15:23
Monumentos funerários descobertos nos Açores
Dezenas de hipogeus (estruturas escavadas na rocha usadas no Mediterrâneo como sepulturas) foram descobertos nas ilhas do Corvo e da Terceira, Açores. Estes monumentos poderão ter dois mil anos, o que poderá indicar a presença de outros povos nas ilhas anterior à dos portugueses.

Segundo o presidente da Associação Portuguesa de Investigação Arqueológica (APIA), Nuno Ribeiro, existem dezenas de hipogeus no Corvo, estando todos à vista. Aparentemente, tratam-se de monumentos muito antigos, situados em zonas onde não houve agricultura.

Na Terceira surgiram vários vestígios das estruturas em causa. No entanto, não houve quaisquer trabalhos arqueológicos no local. Há também indicações de que possam existir hipogeus na ilha das Flores.

Os monumentos em causa foram encontrados nestes dois locais durante um passeio que o arqueólogo Nuno Ribeiro efectuou em Agosto de 2010.

O presidente da APIA admite que as estruturas possam ter mais de dois mil anos, mas salientou que a datação dos mesmos "terá de ser fundamentada e averiguada".

O arqueólogo acrescentou a importância destes monumentos, observando que, a comprovar-se a antiguidade dos hipogeus, "é possível que a ocupação das ilhas tenha sido anterior à presença portuguesa".

Enviar o artigo: Monumentos funerários descobertos nos Açores
Comentários
enviar
MAIS NOTÍCIAS DE Cm ao Minuto