jornal impresso

Edição impressa

23 Abril 2014

Ver capas anteriores

  • Diretor: Octávio Ribeiro
  • Diretores-adjuntos: Armando Esteves Pereira, Eduardo Dâmaso e Carlos Rodrigues
José Rebelo

Embate: Em menos de 72 horas quatro operários perderam a vida

Despiste em Espanha faz mais um morto

Em menos de 72 horas quatro trabalhadores portugueses morreram nas estradas galegas. António Joaquim Mendes, de 32 anos, foi a última vítima, em mais um acidente de viação a caminho de uma empresa de construção civil.

Por:Alexandre Panda/Tânia Laranjo / Almeida Cardoso

 

Ontem de manhã, o carro em que seguia despistou-se ao quilómetro 35, da Nacional 540, em Taboada, província de Lugo. O acidente aconteceu não muito longe do local onde na passada sexta-feira três trabalhadores perderam a vida.

Na localidade de Parada de Todeia, em Paredes, a consternação era geral. António Joaquim era estimado, tal como o familiar que dirigia o carro e que sofreu ferimentos ligeiros.

"Há tantos acidentes em Espanha que qualquer dia vai tocar a alguém de Todeia", terá mesmo dito a vítima, no passado sábado, quando via, com os amigos, imagens televisivas do acidente que vitimara outros trabalhadores em Espanha. "Falou assim, mas de certeza que nunca pensou que ia ser ele a vítima", contou ao CM  Domingos Lopes, morador na localidade.

Há dois anos que António Joaquim Mendes se deslocava ao país vizinho para trabalhar e oferecer uma melhor vida à família. A falta de emprego em Portugal e o recente casamento, do qual nasceu um filho, hoje com pouco menos de dois anos, levaram o jovem a tentar a sorte no país vizinho.

Ontem, perto das 09h30, quando se encontrava na companhia de Joaquim Gonçalves da Silva, de 44 anos, e de Artur Cunha, de 40, residente em Felgueiras, deu-se o despiste por causas ainda não determinadas.

"Depois de uma semana de descanso, porque o ritmo de trabalho tinha abrandado, iam todos na Renault Espace do Artur para organizarem o trabalho com a empresa. Estava previsto tratarem do IRS junto da construtora, porque era lá que faziam os descontos e que pagavam impostos", explicou ao CM Damião Silva, familiar de António Joaquim Mendes.

RESPONSÁVEL ALERTA

O responsável pelo trânsito da província de Lugo, Julio González, sublinhou que o acidente de ontem aconteceu nas mesmas circunstâncias daquele que vitimou três portugueses na sexta-feira. "A única diferença é que na sexta-feira foi no regresso e hoje foi na viagem para Espanha", explicou González, que revelou a sua preocupação com a frequência de tais acidentes. "A base de partida já a conhecemos. São trabalhadores portugueses que procuram o sector de construção por toda a Galiza, têm jornadas laborais muito amplas e voltam a casa rápido para passar o fim-de-semana. Levantam-se muito cedo, sem descansarem o suficiente e fazem uma condução rápida para voltarem a trabalhar. É uma combinação explosiva, principalmente quando chove", concluiu.

MAR DE LÁGRIMAS NO REGRESSO À TERRA

Foi num ambiente de grande emoção que os dois carros fúnebres transportaram os três corpos dos portugueses falecidos em Espanha.

David Mendes, de 29 anos, Hélder Conceição, com a mesma idade, e José Silva, de 35, foram recebidos às 14h30 por dezenas de pessoas na Igreja de Nossa Senhora das Neves, em Vilarinho dos Freires (Régua). Após oito horas de viagem, a passagem junto à aldeia de Santo Xisto representou o "último adeus dos rapazes à terra".

Gradualmente, o cortejo fúnebre engrossou até chegar a Vilarinho dos Freires. As urnas foram retiradas dos carros fúnebres, mas a exiguidade do espaço da casa mortuária (que foi estreada ontem) levou à transladação das urnas para a igreja. O funeral dos operários da construção civil está marcado para as 17h00 de hoje, no cemitério de Vilarinho dos Freires.

Em relação aos dois feridos no mesmo acidente, as situações clínicas estão a evoluir favoravelmente. Segundo Paulo Almeida, cunhado de Mário Ferreira, o seu familiar tem apresentado bastantes melhoras. "Foi operado e está a recuperar muito bem." O segundo ferido, Aires Manuel, também se encontra livre de perigo. "Poderá ter alta em breve e vir para junto da família", disse outro familiar.

CARRO EMBATE EM ÁRVORE

O acidente aconteceu numa recta, após uma zona de curvas entre as localidades de Taboada e Chantada. A carrinha em que a vítima seguia embateu numa árvore e capotou. António Joaquim teve morte imediata.

PORMENORES

AVISO DO CONSULADO

A GNR de Paredes recebeu um fax do consulado português de Vigo, pelas 09h40, informando do acidente que havia vitimado dois habitantes de Paredes.

NATURAL DE RAIVA

Joaquim Mendes era natural da freguesia da Raiva, em Castelo de Paiva, onde ainda vivem a mãe e uma irmã.

AUTÓPSIA DEVIA SER HOJE

A autópsia ao corpo da vítima mortal deve realizar-se durante o dia de hoje. Só depois será transladado.

FERIMENTOS

Os outros dois ocupantes apenas sofreram ferimentos ligeiros.

NOTAS

GNR - 15 MORTOS

Na semana entre 19 e 25 de Maio, PSP e GNR registaram 15 mortes nas estradas portuguesas. Aconteceram 2756 acidentes, que provocaram 39 feridos graves e 710 ligeiros

FAMÍLIA - ESTADO DE CHOQUE

Ana Silva, cunhada da vítima, explicou ao CM que a irmã não queria acreditar na morte do marido. "Está em estado de choque e não consegue falar com ninguém", garantiu

FUNERAL - CORPO CHEGA AMANHÃ

A transladação do corpo de António Joaquim Mendes, que se encontra na morgue do hospital de Lugo, está prevista durante amanhã. O funeral deverá ser quinta-feira

  • Corrigir
  • Feedback
  • PARTILHAR      
Pub
Comentários a esta notícia
COMENTAR
Título
Texto

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Registe-se no site do CM para deixar de preencher os seus dados pessoais quando comenta as noticias.
COMENTAR
Título
Texto
Nome
Email
Localidade
Anónimo

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

Pub
Pub


SONDAGEM

FUTEBOL: Lisboa faz bem em não apresentar candidatura ao Euro2020?

Votar »« Ver resultados


<>
VEJA AQUI MAPA ACTUALIZADO
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte,
sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A. ,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.